Mão Na Massa - Ferragem

Para dar segmento ao nosso “Mão Na Massa”, a nossa mãe Grande Rio me enviou para acompanhar um dia de trabalho com os meninos responsáveis pela ferragem da escola.

 

Para ficar mais familiarizado com os equipamentos de segurança e de trabalho, todos estiveram ao meu lado me guiando em cada parte, até manuseando uma ferramenta chamada Calamandra(?!). Já, já explico como ela funciona!

 

Logo após as apresentações, passamos no quadro de tarefas do setor, todos eles concordam que é a primeira atitude tomada diariamente.  A atividade do dia, segundo eles fácil, era por suporte para os destaques no carro, apelidado de “Queijo”.

 

Para realizar o afazer, fomos até a planta do carro, que é a referência entre o projetista e a equipe. Lá, pudemos ver a localização e o tamanho. Toda a parte técnica pronta, fomos para a parte prática. Hoje, tivemos que fazer queijos de 90 centímetros de diâmetro, que gasta em média quase três metros de vara de ferro, que é cortada com precisão.

 

Lembra da Calamandra? Agora que ela entra em ação, a ferramenta existe para criar uma dobradura na vara de ferro, que passa por esta parte quantas vezes são precisas, no nosso caso, até virá um circulo.

 

Tá achando que acabou? Ainda soldaram e puseram no lugar, fora o Santo Antônio, tá se perguntando o que é? Segundo o Aurélio do carnaval, o Santo Antônio da festa não tem nada com o santo casamenteiro, é apenas o suporte que os destaques ou semi-destaques usam para segurar durante o desfile.

 

Uffa!! Dia cansativo, pessoal! Mas de muito aprendizado, trabalho e muita alegria, marca desses meus queridos amigos!

 

 

Obrigado pela atenção e parabéns pelo trabalho, equipe!

 

Equipe: Rodrigo Ricardo, Jesus Dos Santos, Carlos Henrique, Thiago Henrique, João Lopes, Marco, Alfredo de Oliveira e bombeiro Marlem Lemos.

 

15320520_1306691082716191_558050438_n.jpg

Samba enredo 2017 GRANDE RIO