Pimpolhos da Grande Rio participa de encontro dos Estados Iberoamericanos

Mais uma vez os Pimpolhos da Grande Rio entram em cena na arte e cultura brasileira. Os foliões mirins foram uma das atrações do V Encontro Reunião Interministerial do Programa Arte/Educação, Cultura e Cidadania. O evento cultural foi realizado no dia 23 de outubro no Centro de Artes Calouste Gulbenkian devido ao projeto Escola de carnaval ter sido aprovado no edital de oficinas artísticas e culturais da Secretaria do Rio de Janeiro.


O encontro reuniu autoridades dos Estados Iberoamericanos para a Educação, Ciência e a cultura (OEI) e a Presidência da Fundação Teatro Municipal do Rio de Janeiro. Os Estados Iberoamericanos são compostos por 23 nações (Argentina, Bolívia, Brasil, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Chile, República Dominicana, Equador, El Salvador, Espanha, Guatemala, Guiné Equatorial, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Portugal, Porto Rico, Uruguai e Venezuela).

A participação da escola mirim de Caxias no Encontro foi estruturado com as seguintes atividades:

Projeto Carnaval Pedagógico: laboratórios de interação das crianças nos processos de desenvolvimento de enredo e fantasias.

Apresentação do Projeto Pimpolhos nas Escolas

– Depoimentos de pedagogas e artistas educadores do projeto Pimpolhos nas escolas, professores e crianças da Escola Municipal Lions.

Debate Carnaval e Educação com equipes da Escola de Samba Mirim Pimpolhos da Grande Rio.
Eixos:

  • Arte/educação na escola de ensino fundamental
  • Arte/educação em contextos não formais

Pimpolhos Show no Barraquinho Alegórico


Em conversa com o G Rio News a presidente da Pimpolhos da Grande Rio pôde contextualizar a importância da participação da escola mirim neste encontro:

– Esse foi um evento importante estrategicamente para legitimar nosso trabalho, foi um evento que recebemos sessenta representantes de ministérios de Educação e Cultura dos países Iberoamericanos, fruto de uma parceria que a gente já vem costurando há um ano e meio com a OEI, que é como se fosse uma UNESCO dos países Iberoamericanos. Isso legitima toda nossa pesquisa que fazemos dentro do carnaval que é a pesquisa do carnaval como uma linguagem e como essa linguagem pode se relacionar com a sociedade; o carnaval na cultura, o carnaval na arte, na educação, no design, no turismo, o carnaval na economia, então existe uma pesquisa muito forte e estiveram lá pessoas muito importantes. Esteve lá Ana Mae, uma intelectual que escreve sobre arte e educação e falando que estamos com sinergia com as coisas que ela pensa e isso mostra que nosso trabalho está em sintonia com o mundo real, que são as necessidades que os adolescentes, as crianças e as famílias têm e a real dificuldade dos processos educativos e sócias do país que a gente vive, e como o carnaval é movido por paixão, como podemos direcionar esta paixão para a arte, para a cultura, para a educação, para o trabalho, para a consciência. Podemos ver que estamos afinados com ideais de pessoas que discutem esse tema no Brasil e no mundo.

O evento visa o melhoramento e novas ideias de medidas e soluções sócio educativas para os países Iberoamericanos.

Além desta maravilhosa participação da Pimpolhos neste evento, a Pimpolhos segue com os seguintes projetos sociais:

  • Pimpolhos nas escolas na escola municipal de Caxias LIONS
  • Escola de Carnaval no Calouste
  • Oficina infantil de materiais reaproveitáveis no Caxias Shopping.


Samba enredo 2017 GRANDE RIO