Pimpolhos da Grande Rio lança Samba-enredo de 2012

Em uma roda de samba a Pimpolhos da Grande Rio escolheu o samba-enredo de 2012. No último domingo, dia 18 de setembro, os dirigentes da Pimpolhos da Grande Rio reuniram-se no barracão da escola mirim, na Gamboa, para montarem o samba-enredo de 2012. O enredo do próximo ano será “As maravilhas da pequena África” que vai falar da importância de preservarmos a memória do carnaval carioca neste processo de revitalização do porto do Rio de Janeiro.

A sinopse do enredo da Pimpolhos em 2012 está disponível no site da pimpolhos:

http://www.pimpolhos.org.br/carnaval/2012/Sinopse_Pimpolhos_Carnaval2012.pdf

A G.R.C.E.S.M. Pimpolhos da Grande Rio, a partir deste ano está usando uma forma inovadora de escolha do samba-enredo; os compositores, dirigentes e amigos da escola levam os sambas escritos baseados na sinopse apresentada e, através de um roda de samba, todos vão confeccionando letra e melodia do samba até se formar o grande samba escolhido para agremiação mirim em 2012.

“É um projeto novo, é uma experiência que eu estou vendo que vai dar certo, se ficar muito bonito é porque deu certo. Nos anos passados, cada compositor fazia seu samba e nós escolhíamos o melhor, como é feito normalmente em todas as agremiações do carnaval, agora nós estamos misturando todos os sambas que foram trazidos. Fizemos uma comissão, eu, a Camila, a Lívia, o Fafá e etc. Vamos escutar todos os sambas (este ano foram 4 sambas) e vamos juntar todos eles, até agora isto é uma experiência nova e te garanto que esta idéia ainda vai ser muito utilizadas em diversas agremiações mirins e até nas Escolas grandes.” – Informou o diretor Geral de carnaval da Pimpolhos Walter 59.

Participaram da roda de samba o mestre de bateria da pimpolhos Fafá, os diretores de arte, a Presidente Camila Soares, o diretor Geral de carnaval Walter 59, Waguinho do Cavaco, outros compositores e amigos da Pimpolhos participaram desta roda de samba com o intuito de compilar os sambas apresentados em um só.

Segue abaixo a letra do samba-enredo composto para 2012:

As Maravilhas da Pequena África

Hoje a Pimpolhos vai sacudir
Estremecer a Marques de Sapucaí
Pelo meu Samba você vai se apaixonar
A minha herança é cultura popular

Vem se encantar
Com essa historia de amor
Que começou lá no passado… Onde a Pequena África
Pelo Samba se apaixonou

Mas a coisa se complica
O progresso aqui chegou!
Din Din Don di Amor… Nós vamos morar?
Tome providencia seu doutor
A “Perfeitura” quer comer o meu fubá!

Quem não gosta de samba…
Não sabe da herança da pedra do sal 2x
Não se apaga da história… A memória do meu carnaval

Favela… Junto a canudos é nossa raiz
Na praça onze carnavais eu vi
Tantas pessoas a sambar…

Tia Ciata na cozinha
Ismael e Pixinguinha…
A alegria é geral, isso é brasilidade!
Viva o nosso carnaval!

Eu sou “Pimpolhos” vou avançar
Brincar com o Samba, e ser feliz 2x
A Maravilha da Pequena África
Futuro desse meu país

“Já cantavam todos juntos o povo não é bobo
Do Porto vem João Candido, que pro mar viveu
A providência vem de lá e trás no ventre as terras dos ancestrais.

O concreto, a selva de pedra não podem o meu legado derrubar.
O Samba, os sonhos e a arte de brincar.

Link para baixar o vídeo com áudio do samba-enredo 2012 da Pimpolhos:

http://www.sendspace.com/file/c3ct5b

A Pequena África, região que compreende os bairros da Gamboa, Santo Cristo e saúde é um lugar onde passaram mais de 1 milhão de escravos, esta região foi palco da miscigenação brasileira; judeus, negros, europeus viveram em harmonia, e a gente até hoje absorve esta raiz na nossa cultura. O samba e o carnaval é o que movimenta a maior entrada de turistas internacionais no Brasil. O samba enredo da Pimpolhos este ano, vai contextualizar esta questão histórica e trazer para o momento presente, o que é o Porto Maravilha e como este projeto de revitalização está lidando com o patrimônio histórico cultural da cidade carioca. São 64 barracões e 52 escolas de samba podem ser despejadas do Porto do Rio.

Em conversa com o site da Grande Rio a Presidente da Pimpolhos, Camila soares deixou bem claro a importância para a preservação histórica da cidade ao tratar deste assunto:

– Não podemos permitir que construam prédios e mais prédios espelhados de 80 metros e mate tudo que é vivo aqui. Que se construa o museu do futuro, mas desconsidere que a Pequena África é o bairro histórico do carnaval. Pretendemos conseguir chegar aos governantes gerando uma ferramenta de diálogo para que todos entendam esta importância que ainda há tempo de salvar o que restou da Pequena África, não queremos que se repita o que aconteceu na década de 1910 onde foi feita a reforma do porto do Rio com Pereira Passos ele passou por cima de parte da pequena áfrica com a construção da Rio Branco e a demolição do morro do Castelo, depois disso Getúlio Vargas que abriu a Presidente Vargas em cima da antiga Praça Onze, o antigo celeiro do samba. Se fizerem este projeto de revitalização do proto do Rio sem preocuparem-se com esta questão histórica, cultural pra onde vão as 52 escolas de samba que ali estão?

A G.R.C.E.S.M. Pimpolhos da Grande Rio será a 12ª Escola Mirim a entrar na Marquês de Sapucaí no dia 17 de fevereiro de 2012, sexta-feira.

Samba enredo 2017 GRANDE RIO