Mestre Ciça realiza oficina de bateria para comunidade

Toda semana, gratuitamente, o mestre Ciça e alguns ritmistas ensinam a tocar os instrumentos da bateria para a comunidade de Caxias

Mais que uma escolinha de bateria, o mestre Ciça da bateria Invocada da Grande Rio, realiza um projeto social na quadra da Grande Rio. Uma oficina de bateria é disponibilizada para todos que estejam interessados em aprender a tocar algum instrumento da bateria, e postular-se a desfilar pela nossa Agremiação de Caxias. Toda terça-feira na quadra da Grande Rio, na Rua Wallace Soares 5 e 6, Centro de Duque de Caxias, às 18 horas, os alunos têm a oportunidade de aprender, ensaiar e até juntar-se aos ritmistas da bateria do mestre Ciça. A escolinha é gratuita e funciona, normalmente, de junho a dezembro.

 

O mestre Ciça conta com o apoio de alguns ritmistas da sua bateria para ensinar aos alunos. Este projeto foi implantado na Grande Rio em 2010, com a chegada do mestre Ciça à Escola. Ciça já realizava um projeto de ensino musical como este, anteriormente na Acadêmicos do Viradouro, agremiação de Niterói. É importante frisar que este projeto do mestre de bateria da Grande Rio já transformou diversos alunos em ritmistas oficiais da Grande Rio, como é o caso do jovem Jorge Leandro, de 17 anos, morador do Parque Vila Nova em Caxias, que começou a aprender em 2010 e este ano já desfilou pela Bateria Invocada da Grande Rio tocando repique. “Eu ficava olhando, já me interessava, meus colegas me chamavam pro ensaio e gostei. Hoje eu venho pra ensaiar, mas também já estou ajudando o pessoal a tocar.”

Mestre Ciça explica que um dos objetivos deste projeto é fazer com que noventa por cento dos ritmistas da bateria da Grande Rio sejam moradores de Caxias ou redondezas, assim é possível formar uma bateria sólida, constante e peculiar da Escola. 

Alguns ritmistas da bateria colaboram com o Mestre Ciça nesta oficina, como é o caso do Formigão, Rogério, Ju, Faísca, Jones e os que colaborarão como o Dema da cuíca, Edgar do agogô, entre outros. Bruno Gentil, conhecido como Formigão, desfila na Grande Rio desde 1994. Formigão acompanha o mestre Ciça desde sua entrada na escola, em 2010. Ritmista e professor voluntário da oficina, Formigão de 24 anos, é morador de Caxias e explica bem a importância deste projeto:

– Quando encerrou o ciclo do último mestre, muitos ritmistas foram com ele, então a idéia do Ciça é deixar uma bateria de Caxias aqui, se um dia ele sair e vier outro mestre já temos uma bateria pronta. – Afirmou o ritmista que toca na bateria da escola desde 2003. Formigão ainda ressalta outro ponto importante desta escolinha.
– Muitos jovens e adolescentes podem ter a oportunidade de aprender a tocar um instrumento e deixarem de ficar a toa nas ruas.

Conversamos com o aluno da oficina, Renan Seixas, de 22 anos e morador de Caxias, que já desfila há bastante tempo pela Grande Rio e agora está aprendendo a tocar tamborim, há apenas dois meses, e pretende desfilar na Bateria Invocada em 2012
– Eu sempre gostei e tive vontade de aprender a tocar na bateria, mas nunca tive tempo, agora estou aprendendo e meu objetivo é desfilar na bateria ano que vem. – Afirmou o aluno Renan, que já toca na Bateria do Ciça todo sábado quando acontece a disputa do samba-enredo para 2012.

Redação: Renan Calabri/ Yuri Soares

Samba enredo 2018 GRANDE RIO