Grande Rio emociona a Sapucaí e faz desfile da ‘superação’

Sob muita chuva a Grande Rio desfilou e emocionou todo o sambódromo no último dia 07 de março. A Escola de Caxias entrou na Avenida por volta da meia-noite e fez um desfile lindo, correto e emocionante. A palavra mais correta para definir o desfile da nossa tricolor da baixada foi ‘Superação’. Esta palavra foi representada em tripés que formavam as palavras ‘Grande Rio’ e ‘Superação’.

A comunidade foi em peso pra Sapucaí, com uma média de 4.000 componentes, todos os torcedores da Grande Rio apoiaram a escola cantando o samba que agitou todas as arquibancadas da passarela do samba.

Além de toda a força da comunidade a Grande Rio também levou seu time de artistas para o sambódromo. A rainha de bateria Cris Vianna, que foi eleita musa do carnaval, a atriz e musa da escola Suzana Vieira que, de terno, deu um show a parte, Gustavo Kuerten, Luan Santana, Lucília Diniz, Ana Hickmann, Latino, Ronaldinho Gaúcho, Ana Furtado, Beth Lago, Nívea Stelmann, Marrone, Fernanda Motta, David Brasil, Grazi Massafera, Myrella Santos e muitas outras personalidades deram o ar da graça nesse desfile marcante em toda a história da Grande Rio.

Mesmo com toda a chuva que caiu, exclusivamente, no desfile da Grande Rio, todos os componentes não perderam o ânimo e entraram na Marquês de Sapucaí fazendo um desfile digno, empolgante e arrepiante. Nossa agremiação Caxiense conseguiu realizar a proeza de montar praticamente todo o carnaval em pouco mais de 20 dias. Todas as alegorias foram refeitas nesse curto período de tempo.

As lendas, mitos e histórias da cidade de Florianópolis, foram levadas para a Avenida de forma deslumbrante pelo carnavalesco Cahê Rodrigues. Todo o folclore da ilha foi representado no desfile da Grande Rio. O enredo foi baseado nas obras e contos do professor e pesquisador brasileiro Franklin Cascaes, falecido em 1983. Os contos bruxólicos e os mitos que fazem parte desse folclore pouco conhecido pelo resto do Brasil foram representados neste desfile histórico. Foi um desfile que não concorreu com as outras agremiações do grupo especial para ganhar o título, mas foi um desfile que mexeu com cada componente da escola, com cada torcedor da escola que pode presenciar a vontade de toda uma comunidade de fazer um espetáculo, mesmo diante de todas as adversidades e contra-tempos.

O desfile deste ano terminou deixando uma vontade dentro de cada integrante da escola, o desejo incontrolável de sermos campeões no próximo ano. 2012 pode aguardar, a escola de guerreiros vem aí, mais uma vez.

 

Redação: Renan Calabri e Yuri Soares

Samba enredo 2017 GRANDE RIO